Apocalipse 1


Apocalipse 1:1

A Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos, as coisas que em breve devem acontecer; e Ele o enviou e comunicou por Seu anjo ao Seu servo João,

(uma) A Revelação de Jesus Cristo. O livro do Apocalipse é sobre Jesus. É sobre outras coisas também, mas como o restante das escrituras, seu propósito é revelar Jesus Cristo.

(b) As coisas que devem acontecer em breve will take place in Asia (modern-day western Turkey; Rev. 1:4). These are events which will affect the seven churches (Rev. 1:11). In addition, John also records a number of prophecies for an unspecified future date pertaining to the return of the Lord and Judgment Day (see entrada for Rev. 1:19).

(c) Seu anjo. Much of John’s Revelation seems to have been communicated to him via an angelic messenger (Rom. 22:8). However, here in Chapter 1, it is Jesus that John hears and sees (Rev. 1:12).

(d) Seu servo. John had a deep revelation of his sonship and of God as our loving Father (1 John 1:2, 2:1), so why does he introduce himself here as a servant? Like Paul, Peter, James and Jude, who also introduced themselves as a bondservants, John saw himself as a dearly-loved son who served others in the manner that Christ served. We are the sons who serve. See Rom. 1:1.

(e) John. A tradição ensina que o autor do livro do Apocalipse foi o apóstolo João, também conhecido como João Evangelista ou São João. Mas isso não é universalmente aceito. Alguns especulam que o apóstolo João teria sido muito velho (em seus noventa anos) ou muito morto (tendo sido martirizado) para escrever o Apocalipse. Alguns dizem que o Apocalipse foi escrito por um João diferente, um efésio conhecido como João, o Presbítero.

However, there are compelling reasons for accepting the traditional view that Revelation was written by the Apostle John. The book bears the mark of apostolic authority (Rev. 1:4); it contains prophecies and quotes that John personally heard from the Lord (Rev. 1:7, 2:7); and it uniquely shares many phrases and symbols with John’s Gospel. For instance, in both books Jesus is referred to as the Word of God, the Lamb of God, the true Witness, the Overcomer, and the glorified Son of Man—common phrases that suggest a common author.

Era uma vez, João andou com Cristo. Ele estava no Monte da Transfiguração e viu o túmulo vazio. Mas isso foi há uma vida. Desde aqueles dias de glória, João viu todos os seus companheiros apóstolos serem assassinados, e ele próprio foi banido para uma ilha rochosa. O homem que estivera no centro estava agora na borda. Velho e quase esquecido, John não tinha nada para esperar além de uma morte solitária. Então, um dia, Jesus deu a João uma visão celestial de tal esplendor que ainda estamos falando sobre isso 2.000 anos depois.


Apocalipse 1:2

que deu testemunho da palavra de Deus e do testemunho de Jesus Cristo, de tudo o que viu.

(uma) A palavra de Deus is the Word of life (1 John 1:1) and the Word made flesh (John 1:1, 14). The word of God is not the Bible, but the Bible reveals the Word of God, which is Jesus (Rev. 19:13). Jesus is the Word or the Message or the Revelation of God. Just as we reveal ourselves by what we say, God reveals himself in Jesus (Heb. 1:3). See entrada para Palavra de Deus.

(b) O testemunho de Jesus Cristo é sinônimo da Palavra de Cristo ou da Palavra de Deus; o evangelho, em outras palavras. Ver entrada for Rev. 1:9.

(c) Tudo o que ele viu. John was instructed to write what he saw, so he wrote a book that we know as the Book of Revelation. This book consists of a series of visions plus letters sent to the seven churches of Asia (Rev. 1:11).


Apocalipse 1:3

Bem-aventurado aquele que lê e os que ouvem as palavras da profecia e atendem às coisas que nela estão escritas; pois o tempo está próximo.

(uma) Bem-aventurado aquele que lê. Se você ler Apocalipse e sair confuso e com medo, pode ter certeza de que perdeu o coração do autor. João escreveu para que você fosse abençoado.

(b) O tempo está próximo. Biblical prophecies don’t always come with dates, but some of the prophecies in Revelation refer to events which “must shortly take place” (Rev. 1:1). John is alluding to events that will soon affect the seven churches, namely the trials and tribulations arising from Roman persecution, Jewish hostility, and pagan idolatry. The purpose of these prophecies is to encourage and strengthen the believers who are about to go through hard times.


Apocalipse 1:4

João às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz a vocês, da parte daquele que é, que era e que há de vir, e dos sete espíritos que estão diante do seu trono,

(uma) João às sete igrejas. Having introduced himself and his letter, John identifies his audience. John intends for his book to be circulated among the churches of Ephesus, Smyrna, Pergamum, Thyatira, Sardis, Philadelphia and Laodicea (Rev. 1:11).

(b) Que estão na Ásia. Esta não é a Ásia que conhecemos, mas a província romana da Ásia que estava situada no extremo oeste da península da Anatólia na Turquia moderna.

(c) Graça a você e paz. Como Paulo e Pedro, João abre sua carta com uma bênção bem conhecida.

(d) Aquele que é e que era e que há de vir refers to the Lord God, eternal and transcendent. It is the New Testament equivalent of “I am who I am” (Ex. 3:14).

(d) Os sete espíritos refer to the Holy Spirit. The number seven could be a reference to the sevenfold ministry of the Holy Spirit (Is. 11:2). Or it could be a reference to the fullness of the Holy Spirit, seven being the Biblical number for completion. Or it could be a reference to the diverse work of the Spirit in relation to the seven churches.


Apocalipse 1:5

e da parte de Jesus Cristo, a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama e nos libertou de nossos pecados pelo Seu sangue—

(uma) E de Jesus Cristo. The letter was written by John to the seven churches (Rev. 1:4), but the message is from God the Father (who was and is and is to come), God the Holy Spirit (the seven spirits before the throne), and God the Son (Jesus Christ).

(b) A testemunha fiel. Jesus is the faithful and true witness you can trust (Rev. 3:10).

(b) O primogênito dos mortos. Jesus was the first to pass through death into a brand new sort of creation unaffected by death and decay. Jesus was not the first to be resurrected, but he was the first to be raised into new life. John possibly heard the “firstborn of the dead” phrase from Paul (Col. 1:18).

(c) O governante dos reis da terra, which is to say Jesus is the King of kings (1 Tim. 6:15, Rev. 19:16).

(d) Àquele que nos ama e nos libertou de nossos pecados. Deus não nos ama porque estamos livres do pecado. Em vez disso, ele nos libertou do pecado porque nos ama.

(e) Por seu sangue. It is the blood of Jesus that saves and sanctifies us (1 John 1:7, Heb. 10:10). You are not made right with God on account of anything you may do, but on account of Jesus’ sacrifice.

We are only five verses into this wonderful book, and already we have learned that God loves us, he wants to bless us (Rev. 1:3), he offers us his grace and peace (Rev. 1:4), and he has freed us from sin. This is good news! But John is just getting started.


Apocalipse 1:6

e Ele nos fez para ser um reino, sacerdotes para Seu Deus e Pai — a Ele seja a glória e o domínio para todo o sempre. Um homem.

(uma) Ele nos fez para ser um reino. The word for kingdom is better translated as kings. Scholars are divided on this point but you are one with King Jesus, and as he is so are you in this world (1 John 4:17). A more literal translation would be: Jesus Christ “did make us kings and priests to his God and Father” (YLT). Heaven regards us as kings because our Father is kingly. Your born-again blood runs royal blue.

Leitura complementar: “Você é um rei (então aja como um)

(b) Sacerdotes. Você era um escravo, mas Jesus fez de você um rei e um sacerdote. Você foi chamado para servir como sacerdote e governar como rei (ver entrada for 1 Pet. 2:9). You have a God-given mandate to rule and reign here and now (Gen. 1:26). When God told Adam to “fill the earth and subdue it,” he was saying, “This is your home. You’re in charge. Take care of it” (Gen. 1:28).

Em dois versos poderosos, João destrói aquela velha castanha que diz que você é uma larva pecadora que deve trabalhar para ganhar ou reembolsar a Deus por sua bondade. "Você é amado! Você é livre! Você é um rei sacerdote criado para governar e reinar em seu nome!”


Apocalipse 1:7

Eis que ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Assim é ser. Um homem.

(a) O “vem com as nuvens” phrase is a prophetic snippet from Daniel (Dan. 7:13–14), which John would’ve heard from the Lord on the Mount of Olives (Matt. 24:30). It’s describing the Son of Man coming on the clouds to the Ancient of Days. The ascension, in other words.

João cita esta conhecida profecia para mostrar que Jesus está no céu e esta é uma revelação celestial que ele está prestes a compartilhar. “Jesus, a testemunha fiel e o primogênito dentre os mortos está entronizado no céu”.

(b) Todo olho o verá, mesmo aqueles que o traspassaram. Um dia todos saberão que Jesus é o Senhor, mesmo aqueles que o colocaram na cruz.

(c) Todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Again, John is repeating something he heard Jesus say on the Mount of Olives (Matt. 24:30). As the tribes (or Jews) came to realize that they had been complicit in the crucifixion of God’s Son (Acts 2:23), they would be cut to the heart with regret (Acts 2:37). This would cause some of them to repent and come to the church saying “God is with you” (see entrada for Rev. 3:9).

Leitura complementar: “Qual é o sinal do Filho do Homem no céu?


Apocalipse 1:8

“Eu sou o Alfa e o Ômega”, diz o Senhor Deus, “que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso”.

(uma) Eu sou o Alfa e o Ômega. Alpha and omega are the first and last letters of the Greek alphabet. The Lord God is essentially saying, “I am the A to Z, the first and last word, the beginning and the end” (Rev. 22:13).

(b) Quem é e quem foi e quem está por vir; Vejo entrada for Rev. 1:4.

(c) O todo-poderoso. Deus tem isso. Não importa o tamanho do seu problema, Deus é ainda maior. A palavra para Todo-Poderoso (pantocrator) é composto por duas palavras que significam “todos” e “prevalecer”. Junte-os e você terá um Deus onipotente que transcende a eternidade e possui “poder irrestrito exercendo domínio absoluto”. Nada é muito difícil para ele.


Apocalipse 1:9

Eu, João, seu irmão e companheiro na tribulação e reino e perseverança que estão em Jesus, estava na ilha chamada Patmos por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus.

(uma) Tribulação. Como as igrejas para as quais escreveu, João passou por tribulações ou problemas por causa do evangelho. João foi exilado em Patmos, uma ilha rochosa na costa sudoeste da Ásia, não muito longe de Mileto. Isso aconteceu durante o reinado de Domiciano (81-96), e João escreveu o livro do Apocalipse perto do final desse período, ou seja, por volta de 95/96 dC. Esta data não é universalmente aceita, mas é apoiada pela maioria dos pais da igreja e historiadores.

Leitura complementar: “Quando João escreveu seu Apocalipse? E por que isso importa?” (Patrão)

A virada do primeiro século foi um momento significativo para a igreja primitiva. A igreja mãe em Jerusalém se foi; todos, exceto um dos apóstolos originais, haviam morrido; e João estava preso em uma rocha estéril no meio do mar. A jovem igreja sobreviveria? É claro que sobreviveu, e uma das razões foi porque Jesus enviou cartas do céu por meio de João. Em uma época sem Bíblias, essas cartas eram tremendamente importantes. Podemos ter certeza de que a igreja primitiva os valorizava muito. E ainda bem que eles fizeram, pois talvez não estivéssemos aqui se eles não tivessem.

(b) A palavra de Deus é a boa nova de Jesus. Ver entrada para Palavra de Deus.

(c) O testemunho de Jesus Cristo is synonymous with the Word of Christ or the Word of God; the gospel, in other words. Like Paul, John was not imprisoned because he had been preaching old covenant law (Php. 1:14, 2 Tim. 2:9). John became a target of Jewish animosity and Roman justice because he dared to tell people about the grace of God revealed in his Son. Other Christians were persecuted for similar reasons (Rev. 12:17, 19:10, 20:4).


Apocalipse 1:10

Eu fui arrebatado em Espírito no dia do Senhor, e ouvi atrás de mim uma voz forte como o som de uma trombeta,

(uma) O Dia do Senhor is Sunday. While the Jews worshipped on the last day of the week (the Sabbath), the early Christians worshipped on the first day of the week (Acts 20:7, 1 Cor. 16:1). Perhaps they did this to show they were no longer under the old covenant law, or maybe they did it because the Lord’s tomb was discovered to be empty on the first day of the week (Mark 16:2). Either way, Sunday came to be known as the Lord’s Day.

(b) Voz alta como o som de uma trombeta. John hears a voice that sounds like a trumpet. Later John will say it sounds like many waters (Rev. 1:15). It is interesting that before we learn what the voice said, we learn how the voice sounded. This is the commanding and penetrating voice of the Great King (Rev. 1:5).


Apocalipse 1:11

dizendo: Escreve num livro o que vês e envia-o às sete igrejas: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia.

(uma) Escreva em um livro o que você vê. O velho apóstolo viu Jesus em toda a sua glória e foi-lhe dito para “escrever o que vês”. Quando lemos Apocalipse, estamos lendo o que João viu. Se virmos o que João viu – Jesus – estaremos lendo corretamente. Se vemos outra coisa, como uma projeção de nós mesmos e de nossas deficiências, estamos lendo errado.

(b) Envie para as sete igrejas. As cartas encontradas nos capítulos iniciais de Apocalipse eram para as igrejas em Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia. O que essas igrejas tinham em comum? John provavelmente conhecia todos eles. Tendo morado em Éfeso e viajado pela região, ele estaria bem familiarizado com os desafios que cada um enfrenta.

Olhe para um mapa das sete cidades e você verá que a ordem das letras começa com Éfeso, a cidade mais próxima do exílio de João em Patmos. A sequência descreve então uma rota em forma de n que segue a costa até Esmirna e Pérgamo antes de seguir para o interior até Tiatira e descer até Sardes, Filadélfia e Laodicéia. Esta é a rota que teria sido tomada por quem entregou as cartas.

João escreveu um livro e anexou algumas cartas de Jesus, e todo o pacote foi enviado de Patmos a Éfeso e de lá para as outras seis cidades. Alternativamente, John trouxe o pacote de volta ao continente quando voltou do exílio. Depois de se estabelecer em sua igreja natal em Éfeso, ele providenciou a entrega do pacote para as outras seis cidades.

Leitura adicional: Cartas de Jesus: Encontrar Boas Novas nas Cartas de Cristo às Igrejas.


Apocalipse 1:12-13

Então me virei para ver a voz que estava falando comigo. E, virando-me, vi sete candeeiros de ouro; e no meio dos candelabros vi um semelhante a um filho de homem, vestido com uma túnica que chegava aos pés e cingido sobre o peito com um cinto de ouro.

(uma) Sete candeeiros dourados; Vejo entrada for Rev. 1:20.

(b) Um como um filho do homem. This is Jesus, but not as John remembers him for this Jesus has white hair and bronze feet (see Rev. 1:14). This Jesus is shining like the sun, holding stars and has a sword coming out of his mouth (Rev 1:16). This is the exalted Lord glowing with hard-to-describe glory. But while the imagery is divine and mysterious, there is no doubt John is looking at a man.

In John’s Revelation, emperors and empires are given beastly imagery, and these images may have come from or been inspired by Daniel’s prophecies. Similarly, the Son of Man reminds us of Daniel’s heavenly vision of “one like a son of man, coming with the clouds of heaven” (Dan. 7:13). John is not looking at the Risen Lord, whom he has seen before, but the ascended and exalted Lord who is in heaven. John is so overcome by what he sees that he collapses in a dead faint (Rev. 1:17).


Apocalipse 1:14-15

Sua cabeça e Seus cabelos eram brancos como lã branca, como neve; e Seus olhos eram como uma chama de fogo. Seus pés eram como bronze polido, quando foi feito brilhar em uma fornalha, e sua voz era como o som de muitas águas.

(uma) lã branca. John is looking at Jesus, yet the Son of God looks like God the Father. Daniel said the Ancient of Days had hair like pure wool, a face like lightning, eyes like fire, and feet that looked like brass (Dan. 7:9, 10:6). The Father and Son are alike.

(b) Seus olhos eram como uma chama de fogo. The Lord’s burning eyes search hearts and minds (Rev. 2:23). They penetrate masks and charades. No motive or agenda is concealed from Jesus. Nothing is hidden from his sight (Heb. 4:13).

(c) Seus pés eram como bronze polido. Ver entrada for Rev. 2:18.

(d) Sua voz era como o som de muitas águas. Jesus not only looks like the Ancient of Days, he sounds like him. The Ancient of Days had a voice like the sound of a tumult or a crowd of people (Dan. 10:6). The sound of a crowd is comparable to the sound of the ocean or rushing waters (Ps. 65:7, Rev. 19:6).


Apocalipse 1:16

Em sua mão direita segurava sete estrelas, e de sua boca saía uma afiada espada de dois gumes; e Seu rosto era como o sol brilhando em sua força.

(uma) Em Sua mão direita Ele segurava sete estrelas; Vejo entrada for Rev. 1:20.

(b) De sua boca saiu uma espada afiada de dois gumes; see Heb. 4:12.

(c) Seu rosto era como o sol brilhando em sua força. On the Mount of Transfiguration, Jesus’ face shone like the sun (Matt. 16:2). That was a glimpse of how Christ appears now that he is radiant with glory. The Son shines, and it was more than John could bear.


Apocalipse 1:17-18

Quando O vi, caí aos Seus pés como um morto. E Ele colocou Sua mão direita sobre mim, dizendo: “Não tenha medo; Eu sou o primeiro e o último, e o vivente; e eu estava morto, e eis que estou vivo para sempre, e tenho as chaves da morte e do Hades”.

(uma) Quando eu o vi, caí a seus pés como um homem morto. This will not be the last time John falls under the weight of glory (Rev. 19:10, 22:8).

(b) Ele colocou Sua mão direita sobre mim, dizendo: “Não tenha medo”. Jesus has done this before. When John fell in terror on the Mount of Transfiguration, Jesus touched him and encouraged him (Matt. 17:7).

(c) "Não tenha medo." This is not the first time Jesus has told John to not be afraid. He said the same thing when he came walking on the water (Matt. 14:27), on the Mount of Transfiguration (Matt. 17:7), and when he appeared in the upper room (Matt. 28:10). In these stories Jesus was doing something supernatural that revealed his glory. So when Jesus says, “Do not be afraid,” he is encouraging John to see him with the eyes of the faith. Our natural senses cannot cope with kingdom realities. We find angels terrifying and the glory of God too much to bear. But the touch of the Lord empowers us to live in his reality.

(d) Eu sou o primeiro e o último; Vejo entrada for Rev. 2:8.

(e) Jesus é o vivo and the life (John 14:6), which is to say he is the source of eternal life (1 John 5:11) to those who believe in him (John 3:16). In the letters to the seven churches, the promise of eternal life appears as a tree of life (Rev. 2:7), a crown of life (Rev. 2:10), and a book of life (Rev. 3:5).

(f) Eu tenho as chaves da morte e do Hades. Jesus está dizendo: “Eu ressuscitei dos mortos e venci a sepultura”.

(g) Hades is the Greek word for Sheol, the Old Testament abode of the dead. Sheol is known as an underground region (Num 16:30, Amos 9:2) and a place where both the righteous and unrighteous go (Gen 37:35, Ps 9:17, Is 38:10). Hades is sometimes translated as Hell (e.g., in the KJV), but it is not the fiery haunt of demons. Nor is it the Lake of Fire (Rev 20:14). A better translation of Hades would be “grave” or “depths.” See also the entrada for Matt. 16:18.


Apocalipse 1:19

“Escreve, pois, as coisas que viste, e as que são, e as que hão de acontecer depois destas.”

(uma) Escreva as coisas que você viu; Vejo entrada for Rev. 1:11.

(b) As coisas que são, are the things which will shortly take place (Rev. 1:1), and which are of immediate relevance to the seven churches.

(c) E as coisas que acontecerão depois. João registra dois conjuntos de profecias em seu livro; aqueles que serão cumpridos em breve e que pertencem à perseguição da igreja do primeiro século na Ásia, e aqueles que serão cumpridos em uma data futura não especificada, e que pertencem ao glorioso retorno do Senhor e ao Dia do Juízo.


Apocalipse 1:20

“Quanto ao mistério das sete estrelas que viste na minha mão direita, e dos sete candelabros de ouro: as sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candelabros são as sete igrejas”.

(uma) As sete estrelas in the Lord’s right hand are the angels or leaders or pastors of the seven churches (Rev. 1:20). In scripture, those who teach the gospel of righteousness are called stars (Dan. 12:3), while false teachers are called wandering stars (Jude 1:13).

(b) O Senhor mão direita signifies his power and strength (Ex. 15:6, Ps. 17:7. 60:5, 63:8). So when Jesus tells the seven stars or angels or pastors that he is holding them in his right hand, he is saying, “Fear not, for I am holding you with my mighty right hand.” It’s a powerful word of encouragement. “No matter what may happen to you, nothing and no one can snatch you from my strong right hand” (see John 10:28).

Leitura complementar: “O que há de tão especial na mão direita de Cristo?

(c) Os sete candeeiros de ouro são as sete igrejas em Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia.

A lampstand, like a church, is a bearer of light. Like much else in Revelation—crowns, bowls, rods, censers, altars, streets and a city (Rev. 4:4, 5:8, 8:3, 21:15, 18, 21)—the lampstands are made of gold, meaning they are precious. In the Lord’s eyes, any church, no matter how small or dysfunctional, is highly valued. If we were to view the church through the eyes of Jesus, we would see that it is much more than a collection of ragamuffins and misfits. The church is a treasure shining bright with the love of the Lord.


The Grace Commentary é um trabalho em andamento com novos conteúdos adicionados regularmente. Inscreva-se para atualizações ocasionais abaixo. Tem algo a dizer? Por favor, use oComentáriospágina. Para denunciar erros de digitação ou links quebrados nesta página, use o formulário de comentários abaixo.

6 comentários

  1. Studying all the time, it’s easy to see how fantastic this commentary will be, It will benefit so many.with the grace understanding. As well as a great resource of history and tough questions answered. Awesome can’t wait…

  2. So what does the Lord mean when he says to the Laodician church in Rev 2:5 if not, I will remove your Pakistan’s from its place, unless you repent? Many have said that we are also the Laodician church in this present time, so then doesnt it mean it will be removed from the present day Laodician Church? Confused on this. Thank you.

  3. It is fantastic commentary displaying the love and Grace of our Lord Jesus Christ.

    Paul, When are you gonna have commentary on the rest of the book of revelation? I have read your books 7 letters from Jesus and the AD 70 still have questions, looking forward for the rest of revelation commentary on the Grace commentary .

  4. Short and precise, though I still have to be convinced through Scripture and Holy Spirit that Jesus’ being disclosed as the first born and first fruit means that he isn’t the only one who was resurrected from the dead. Scripture says it clearly that Jesus is the only one who rose from the dead and is still alive. The rest of dead are still in a state of death but would be resurrected at Christ’s second coming if they qualify for this first resurrection. The ones who rose on, before and after his death aren’t alive but only him – Jesus is the only one alive. That’s why he is the first born and the first fruit. Revelation 20 has two types of resurrections – 1. For the just or saints and 2. for the unjust. The First resurrection being for the first fruits or the just started by none other than Jesus Christ!

Deixe uma resposta